Home » Conteúdo » Análise On Chain do Bitcoin – Relatório Semanal – 31/05/2022

Análise On Chain do Bitcoin – Relatório Semanal – 31/05/2022

Tivemos uma semana com pouca movimentação no mercado cripto, em compensação no mercado americano de ações fechamos a semana na faixa dos 6% de alta para o S&P e 7% para Nasdaq, após sete semanas consecutivas de baixa, o mercado tenta se recuperar. No mercado cripto algo inédito aconteceu, completamos nove semanas consecutivas no campo negativo para o Bitcoin, encerramos a semana próximos de 3% de baixa. 

No Brasil, o Tribunal de Contas da União (TCU) e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciaram na última semana o lançamento da Rede Blockchain Brasil (RBB) que deve acontecer até o final de maio. As instituições resolveram adotar a tecnologia para aumentar a segurança e a transparência pelo setor público.

Partindo para uma análise do gráfico de preço semanal do Bitcoin, vemos que o preço segue em região de suporte dos US$ 25.000 aos US$ 28.000. É importante ressaltar que a faixa dos US$ 33.000 se tornou uma resistência de curto prazo a ser vencida, podemos ter alguma alta de preços nas próximas semanas, já que estamos muito tempo em domínio das forças vendedoras. As regiões importantes de suporte estão marcadas em verde e as de resistência, em vermelho.

Ao que tudo indica, estamos em um período de possíveis quedas e consolidação que pode ser mais longo. Alguns indicadores nos mostram acumulação por parte de grandes players, normalmente essa fase de acumulação é longa, pois grandes participantes compram Bitcoin aos poucos por um período mais prolongado visando a próxima corrida de alta.

Podemos estar num período que vai demandar muita paciência por parte dos investidores, short term holders (STH) ou até mesmo long term holders (LTH) que compraram regiões acima do preço negociado atualmente, vão querer sair de suas posições por falta de conhecimento ou até mesmo com medo de perder dinheiro. Em regiões de fundos majoritários sempre temos muitas realizações de prejuízo ao longo da história, abaixo temos um gráfico que mostra as realizações de lucro ou prejuízo separados por idade das moedas. 

Profit and Loss

Notem que no bear market de 2015 e 2019 chegamos a ter longas realizações de prejuízo na banda de idade de 1 a 2 anos, iniciamos essa capitulação recentemente nesta faixa. A capitulação seguiu atingindo as bandas de 2 a 3 anos para posteriormente iniciarmos uma nova corrida de alta, vale a pena ficar de olho nesses dados durante os próximos meses.

Realized Price

Abaixo podemos ver um gráfico que mostra o preço realizado do Bitcoin, essa métrica representa o valor de todos os bitcoins pelo preço que foram comprados, dividido pelo número de bitcoins em circulação. Em todas as vezes que o preço do Bitcoin foi abaixo deste valor, tivemos as melhores oportunidades de compra. 

Atualmente o preço realizado está na faixa dos US$ 24.000, esse indicador serve de confluência para mostrar que podemos ainda ter mais baixas nas próximas semanas com mais realizações de prejuízo por parte de alguns players, até que essa capitulação termine.

Conclusão: 

Após esses recordes de semanas negativas para o Bitcoin dificilmente veremos uma recuperação em V, essa na realidade é a menor probabilidade de acontecer. Uma formação de fundo majoritário leva tempo para se consolidar, é necessário esgotar toda a força vendedora, grandes players absorverem toda essa oferta e aos poucos os compradores vão ganhando força. 

Esses períodos são os melhores para quem acredita nos fundamentos do Bitcoin e foca no longo prazo, pois podem acumular mais a um preço mais baixo. É importante saber que no curto prazo podemos ter movimentações baixistas enquanto para o longo prazo, estamos em regiões excelentes para compras.

Altcoins

Hoje vamos falar sobre Kusama (KSM), projeto que é utilizado como testnet da Polkadot onde é possível colocar conceitos e ideias que ainda estão em desenvolvimento para rodar na prática. 

A Kusama possui a mesma tecnologia e o mesmo fundador da Polkadot, porém a rede de testes apresenta maior flexibilidade na governança, com mais facilidade para lançar parachains, é muito usada para projetos que não necessitam ter uma segurança mais robusta. 

A blockchain da Kusama roda com computação paralela (sharding) o que faz aumentar significativamente a capacidade de processamento de transações. Outra informação relevante é que a camada principal, trabalha em conjunto com as redes paralelas (parachains).

Desde seu início, Kusama tem sido utilizada por projetos para testarem tudo de mais recente no segmento de blockchains, seu token nativo leva a sigla de KSM e tem capitalização de US$ 631 milhões. Apesar do marketcap não ser dos mais baixos, KSM já chegou a valer aproximadamente 8 vezes o valor atual. Já é possível investir em Kusama através do Unitok, clique aqui e saiba mais.

    Fique Atualizado

    Para entrar na lista de transmissão exclusiva, acessar as oportunidades de investimento e acompanhar dia a dia a transformação do mercado cripto basta enviar um whatsapp para +5511913758000 com a palavra ENTRAR!

    UNIERA CRYPTO VENTURES LTDA - CNPJ 42.131.910/0001-53
    Rua Engenheiro Edgar Egidio de Souza 510 - Pacaembú, São Paulo - SP 01233-020