Home » Conteúdo » Análise Semanal Uniera Crypto – 21 de dezembro de 2021

Análise Semanal Uniera Crypto – 21 de dezembro de 2021

Por Bruno Garcia

Caros Leitores,

Chegamos ao final de 2021 e estávamos cercados de incertezas a respeito da política monetária americana, na última quarta-feira (15) Jerome Powell (presidente do FED) anunciou que vão manter as taxas como estão (0,25%) e vão reduzir ainda mais o ritmo de recompra dos títulos americanos. O FED implementou essa recompra no início da pandemia (2020) como forma de incentivar a economia americana, atualmente, 120 Bi de dólares são comprados mensalmente pelo FED. A desaceleração da recompra prevê diminuição de 30 Bi a cada mês a partir de agora e projetou uma possível alta da taxa de juros nos EUA, apenas em 2022 e 2023.

De forma geral, o mercado respondeu positivamente ao comunicado, S&P chegou a renovar ATH (máxima histórica) porém no mercado cripto não tivemos grandes mudanças na ação do preço. Bitcoin segue sendo negociado numa faixa entre $45.000 e $50.000 dólares, porém com algumas mudanças positivas nos dados on chain. Ao decorrer desse relatório vamos abordar algumas métricas importantes que podem surtir efeito no preço ao longo das próximas semanas.

No gráfico de BTC/USD podemos observar que temos uma região forte de suporte desde os $46.000 até os $42.000 dólares. Acima temos algumas resistências (linhas horizontais vermelhas) que podem dificultar a subida, a principal região a ser vencida pelos compradores está na casa dos $53.000 dólares e que coincide com o custo médio do STH (Holders de curto prazo).

Agora partimos para uma análise mais profunda, no gráfico abaixo é possível ver como está o estoque de Bitcoin em corretoras, seguimos em tendência de baixa nessa métrica, há cada vez menos BTC disponível para ser negociado nas exchanges, é o menor balanço dos últimos 3 anos. Se continuar nesse ritmo podemos ter um choque de oferta e acelerar um possível movimento de alta, caso a demanda aumente e não tenha estoque suficiente nas corretoras.

Complementando essa análise, podemos ver que na última semana, tivemos saques de Bitcoin com valor equivalente a $1,7Bi de dólares. Esse saldo para uma semana é bem alto, seguimos desde a metade de 2021 com saldo de saques muito superiores ao de depósitos, isso demonstra interesse em segurar Bitcoin por mais tempo, ao contrário de quando o holder deixa na corretora, o que indicaria interesse de venda no curto prazo.

Essa métrica que vamos ver a seguir é o Choque de Oferta das corretoras, ela quantifica o fornecimento total de Bitcoin nas exchanges em comparação com o fornecimento total de Bitcoin em circulação. Notem que em junho e em setembro aconteceu o mesmo com menor intensidade, porém no final de 2020 tivemos uma divergência parecida com essa, enquanto o preço andava de lado e o choque de oferta não parava de subir. O preço do Bitcoin saiu de $10.000 para $40.000 dólares em dois meses, baseados nessa métrica, podemos ver um novo rally nas próximas semanas, a divergência leva um tempo para refletir no preço, por isso que dizemos que as análises on chain nos dão um norte para médio e longo prazo.

Analisando o percentual de endereços de Bitcoin que estão em lucro, podemos ver que estamos muito próximos da região atingida em julho, levando em consideração o preço, no meio do ano BTC era cotado em $30.000 dólares e hoje está negociando em torno de $47.000 dólares. Isso pode ser visto como positivo num cenário macro. Tivemos uma alta de mais de 100% após atingir esse nível em julho, caso aconteça algo similar, podemos ver um novo teste de ATH.

Durante a queda vista nas últimas semanas, vimos um aumento nas realizações de prejuízo e uma diminuição das realizações de lucro, para que possamos entrar novamente em tendência de alta no curto prazo, é preciso diminuir essas realizações de prejuízo, no gráfico abaixo podemos ver que a curva já virou para baixo, demonstrando menor interesse de holders em realizar no prejuízo.

A partir de agora, o ideal é que o preço comece a subir para que possamos ver realizações de lucro tomando a frente e os prejuízos diminuindo cada vez mais.

Abaixo vamos analisar o supply detido e não gasto pelos mineradores, normalmente quando eles começam a diminuir suas posições é porque acreditam que a assimetria está cada vez menor e vale mais a pena realizar seus lucros para poder acumular novamente quando o preço estiver mais baixo.

Estamos apenas 500 BTC abaixo da ATH que foi atingida em janeiro de 2021, isso mostra confiança dos mineradores no cenário macro do Bitcoin, provavelmente eles acreditam que o preço atual está baixo e que podem vender seus ativos a um preço acima do valor negociado nas últimas semanas.

Na imagem abaixo podemos ver a linha laranja representando o preço do Bitcoin e a azul o Stablecoin Supply Ratio (definido a partir do Market Cap do BTC dividido pelo Market Cap de todas stablecoins).

Um valor baixo significa uma grande quantidade de stablecoins disponíveis em comparação com o valor de mercado do Bitcoin, o que indica um alto potencial de pressão de compra. Atingimos essa região de fundo no SSR em julho, setembro e agora em dezembro.

Após analisarmos o cenário do Bitcoin, vamos partir para uma análise do Ethereum. Ativo que representa a segunda maior capitalização do mercado com $477 Bilhões de dólares, vem sendo alvo de investidores institucionais devido a sua usabilidade em protocolos Defi e em jogos. Hoje o Ethereum está passando por um período de migração do proof of work (mineração) para proof of stake (participação) para tentar resolver o problema de escalabilidade e das altas taxas cobradas para transacionar na rede.

Essa migração deve terminar no primeiro semestre de 2022, ao passo que vemos uma diminuição na oferta de Ethereum nas corretoras e um aumento de depósito da moeda no protocolo 2.0 (stake), são necessários 32 ETH para se tornar um validador da rede.

Abaixo vemos um gráfico que nos mostra o valor total depositado no protocolo 2.0, dia após dia atingindo nova ATH, com um total de mais de 8.7 milhões de ETH depositados.

Seguindo no mesmo raciocínio o gráfico abaixo nos mostra o desempenho do ETH contra o BTC, hoje a cotação é de 0.08 BTC para 1 ETH. Podemos ver que durante o ano de 2021 tivemos uma valorização de 150% em relação ao Bitcoin, o que de fato pode estar ligado à sua usabilidade. Analisando o gráfico de preço podemos ver alvos maiores para os próximos meses na região do 0.10 e 0.15 BTC para cada Ethereum.

Um projeto muito interessante é a Terra (Luna), hoje é o segundo maior protocolo Defi em termos de valor total bloqueado, perdendo apenas para Ethereum.

É uma blockchain focada em pagamentos do dia a dia que busca solucionar o problema da alta volatilidade das criptomoedas, composta por uma cesta de moedas fiduciárias que busca uma moeda mais estável e com preço crescente.

O preço da Terra (Luna) reflete a composição dessa cesta de moedas e o desenvolvimento de aplicações dentro dessa rede, pretende se tornar o principal meio de pagamento do universo cripto.

A TerraUSD (UST) está se tornando uma das stablecoins mais populares, para gerar UST é necessário a queima do token LUNA, dessa forma o crescimento da oferta de UST tem sido muito positivo para o preço da LUNA, devido à escassez promovida por essa queima

A valorização desse projeto ao longo de 2021 chegou em mais de 100 vezes

A partir das análises feitas nesse relatório, a Uniera segue confiante em um cenário de recuperação para os criptoativos. Essas correções pontuais no valor dos ativos, acontecem de tempos em tempos e são saudáveis para a retomada, faz parte da maturação do mercado.

Os fundamentos para médio e longo prazo seguem intactos, qualquer oscilação de preço no curto prazo segue sendo apenas um ruído dentro do cenário macro, vamos produzir este conteúdo semanalmente. Caso esse relatório tenha sido relevante para você, compartilhe com outras pessoas. Assim a Uniera poderá estruturar melhor seus conteúdos e desenvolver novos materiais para os investidores.

    Fique Atualizado

    Para entrar na lista de transmissão exclusiva, acessar as oportunidades de investimento e acompanhar dia a dia a transformação do mercado cripto basta enviar um whatsapp para +5511913758000 com a palavra ENTRAR!

    UNIERA CRYPTO VENTURES LTDA - CNPJ 42.131.910/0001-53
    Rua Engenheiro Edgar Egidio de Souza 510 - Pacaembú, São Paulo - SP 01233-020